Professora do Texas é detida por dar aulas de sexo ao vivo

Acusada de dar aulas  de sexo ao vivo para cinco alunos, a professora, Brittni Colleps, 27 anos, foi presa, anteontem, pela polícia da cidade de Kennedale, no Texas, e acabou perdendo o emprego. Foi o que informou, hoje, um policial, ao acrescentar que Brittni começou a ser investigada depois que surgiram boatos acerca de suas aventuras sexuais. “A partir de então, a direção da escola chamou a polícia e ela foi detida. As leis locais proíbem os professores de ter relações sexuais com estudantes, não importa qual seja sua idade”, acrescentou o agente, explicando ainda que a professora só foi liberada após pagar a fiança, determinada pelo juiz, em valor não divulgado.

A americana Megan Biersach, 23 anos, também foi presa, ontem, e o pior: quase perdeu a cerimônia religiosa de seu casamento. Tudo aconteceu depois que Megan bebeu além da conta em um bar do aeroporto de Minneapolis, em Minnesota, à espera do voo para Salt Lake City, onde seu noivo a esperava. De acordo com a polícia, antes do embarque, a jovem resolveu comemorar seu último dia de solteira,  acabou alcoolizada e criou uma grande confusão. Ao ser detida, ela chutou um agente e cuspiu no rosto de outro. Um garçom do bar do terminal disse aos investigadores que serviu para Megan várias doses de vodca e tequila. Ou seja, por pouco Megan não ficou pra titia.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo