UEZO apresenta projeto arquitetônico do seu novo Campus

Primeira e única instituição estadual de nível superior inteiramente dedicada à educação tecnológica, o Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (UEZO) apresentou, nesta quarta-feira (23/03), o projeto arquitetônico do seu novo Campus, de autoria do arquiteto Paulo Casé. O lançamento aconteceu às 10h, no auditório da Gerdau, em Santa Cruz, maior distrito industrial do município do Rio de Janeiro.
                                                                                                                                                              Divulgação/UEZO
Projeto arquitetônico do Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (UEZO)


O terreno, que foi doado pela Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (Codin), tem 132 mil m². A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) já liberou mais de um milhão de reais para o licenciamento do empreendimento, no Tribunal de Contas do Estado, e a obra será feita pela Empresa de Obras Públicas (Emop). A previsão é que, até o segundo semestre de 2013, a primeira fase das obras esteja concluída.

- A educação tem de se integrar ao momento que o país vive. Os cursos da UEZO podem ser aproveitados por empresas para formar profissionais especializados. Nós vamos preparar o Campus para atender às demandas do Estado, para que a UEZO possa interagir e dar suporte para as indústrias da região e de todo o Rio de Janeiro – diz o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso.


                                                                                                                                                 Fotos: Rafael Barreto/FAETEC
Alexandre Cardoso fala sobre o projeto


Na primeira fase, serão construídos 16 mil m² de salas e laboratórios, além da urbanização do terreno, com um investimento de R$ 40 milhões. Não está incluída, nesta etapa, a construção de alojamentos e laboratórios para cursos ainda não previstos. Ao todo, o projeto prevê 80 mil m² de obras, sendo 26 mil m² de prédios e o restante de urbanização do terreno.

- Temos que criar uma área na universidade, onde os alunos possam conversar, terem uma vivência positiva, pois na troca há o aprendizado. Espero que sejam desenvolvidas mais escolas como essa pelo Brasil. Eu vi a importância que poderíamos dar para o Brasil. Sinto-me agradecido em participar de um projeto de  educação e  arquitetura, declarou Paulo Casé, responsável pelo projeto arquitetônico.


Paulo Casé explica o projeto arquitetônico


Estiveram presentes na assinatura do projeto de construção da UEZO, o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, o chefe de gabinete da SECT, Roberto Boclin, o subsecretário de Ciência e Tecnologia, Luiz Edmundo Costa Leite, o reitor da UEZO, Roberto Soares de Moura, o presidente da Fundação de Apoio a Escola Técnica (Faetec), Celso Pansera, o presidente da Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (EMOP), Ícaro Moreno, o representante da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), o presidente da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj), Carlos Eduardo Bielschowsky, o diretor da Gerdau, Nestor Mundstock, diretora do Instituto Superior de Educação (ISERJ), Sandra Santos, entre outros.


Ícaro Moreno (EMOP), arquiteto Paulo Casé, secretário Alexandre Cardoso e o reitor da UEZO Roberto Soares de Moura
comemoram a assinatura do projeto   




- Este projeto é fundamental, pois a UEZO já foi criada há anos atrás. A Universidade possui cursos tecnológicos de graduação, diretamente voltados ao mercado de trabalho. É um gol de placa com a criação desse Campus, muito consistente e adequado, afirmou Carlos Eduardo Bielschowsky, presidente da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj).

- É o início de tudo. É o primeiro passo para a construção do nosso Campus. A partir daqui tudo dará certo. As verbas serão liberadas. Estamos lutando há dois anos para esta conquista, declarou Jéssica Mais, do DCE da UEZO, aluna do curso de ciências biológicas.

 A UEZO funciona, atualmente, em parte do prédio do Instituto de Educação Sarah Kubitschek, em Campo Grande. A instituição oferece os cursos de Tecnologia em Biotecnologia, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Produção de Fármacos, Tecnologia em Processos Metalúrgicos, Tecnologia em Polímeros e Tecnologia em Construção Naval. A duração dos cursos de graduação tecnológica é de três anos. A UEZO também oferece os cursos plenos, com formação de bacharel e duração de quatro anos, em Ciências Biológicas (modalidade Produção Químico–Biológica), Ciência da Computação, Farmácia e Engenharia de Produção.
   

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo