Escola de Detergente da Faetec aposta na linha verde

Quem vai ao supermercado encontra cada vez mais produtos ecologicamente corretos: sacos de lixo biodegradáveis, lâmpada com economia de energia. As embalagens recicláveis, por exemplo, tomam conta das prateleiras, refletindo uma tendência que aponta para um futuro onde a prática sustentável será pré-requisito para a disputa no mercado.
Essa reordenação do consumo a partir do conceito verde chamou a atenção da Escola de Detergente da Faetec, em Quintino. Há quatro anos a unidade desenvolve a linha Eco Mix, que é toda elaborada a partir do reaproveitamento do óleo de cozinha.
Segundo o diretor Laurindo dos Santos Ferreira, a Escola está em constante evolução para acompanhar o mercado, e a preocupação com o meio ambiente torna-se cada vez mais necessária à medida que a sociedade cobra uma postura de responsabilidade ambiental das empresas.
- A nossa unidade de ensino está sempre em conformidade com as regras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – a Anvisa. Isso é repassado aos nossos alunos desde o primeiro dia de aula. Além do reaproveitamento do óleo de cozinha, reutilizamos embalagens de papelão que servem de molde para sabão em barra. Também reaproveitamos garrafas plásticas. Aqui nada se perde, tudo se cria, explicou o diretor.


                                                                                                                                                                ASCOM FAETEC
                                                       Alunos na aula de fabricação de detergentes com o professor Laurindo

Formado em Engenharia Química e com pós-graduação em Tecnologia e Cosmética, Laurindo acredita na transformação social através da educação profissionalizante. Por isso, a Escola de Detergente possui em seu currículo alunos que estavam sem perspectivas de futuro, e que conseguiram reverter a situação. Muitos chegam  em busca de uma formação que possibilite geração de renda e, consequentemente uma mudança de vida. Esse viés social é comum aos eixos de atuação da Faetec.
- Existem casos de alunos que reproduziram a experiência de fabricação de produtos de limpeza em suas comunidades e conseguiram uma reinserção social e econômica a partir disso. A maioria opta pelo trabalho autônomo, mas também temos casos de formandos que são absorvidos pela indústria, afirma Laurindo.
Além da linha Eco Mix, a unidade desenvolve a linha tradicional que abrange desde limpa-vidro a amaciantes de roupas, ceras e desinfetantes. Por conta dessa produtividade, a Escola de Detergente receberá esse ano uma nova estrutura. Será mais bem equipada para aumentar a capacidade de produzir novas linhas.
A Escola possui ainda uma relação bem estreita com cooperativas de catadores de materiais recicláveis. As embalagens que entram e saem das aulas movimentam a cadeia produtiva da reciclagem, contando pontos para o consumo consciente. Além disso, contribuem  para o perfil pedagógico e industrial do ensino, porque os alunos  usam esses materiais para desenvolverem a noção de quantidade para a produção em larga escala.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo