Como está a Educação do Brasil?

A Educação brasileira está cheia de siglas cabeludas e provas para medição de qualidade: Saeb, Ideb, Prova Brasil, Provinha Brasil, Saresp, Enem... Bom, Enem todo mundo sabe o que é, não é mesmo? Todas essas siglas significam que a Educação brasileira vem sendo avaliada. Sim, não são apenas as crianças e os jovens que passam por provas e recebem notas. A Educação também é medida. Todas essas siglas, portanto, indicam como anda a qualidade da Educação brasileira. Sem o Saeb, o Ideb, a Prova Brasil, a Provinha Brasil, o Saresp, o Enem, sem essas siglas esquisitas não haveria como saber se o seu filho está realmente fazendo o que deveria na escola: aprender.

Desde a década de 90, quando o Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica) e outros índices foram criados, ficou possível ver se a escola estava cumprindo o seu papel de ensinar e o jovem tendo atendido seu direito de aprender. Vendo os problemas de aprendizagem do aluno ficou possível melhorar o sistema de ensino da escola. Como não é possível melhorar tudo de uma vez, especialistas ligados ao Movimento Todos pela Educação (TPE), que articula os esforços da sociedade civil, da iniciativa privada e de governos, reuniram-se, há três anos, para definir as metas para a melhoria da Educação básica do país. Traçaram um planejamento ano a ano e estabeleceram prazos para o cumprimento dessas metas até 2022. Se o Brasil alcançar todas as projeções até lá, terá chegado a um nível de Educação semelhante ao que têm hoje alguns dos países desenvolvidos como Estados Unidos e França.

Na prática, as metas do Todos pela Educação, se efetivadas, garantem que todas as crianças estariam na escola e teriam adquirido pelo menos o conhecimento mínimo esperado para chegar ao ensino superior. “O estabelecimento de metas para aferir periodicamente a Educação ocupa um espaço estratégico na mobilização do país em torno da melhoria do ensino”, afirma Mozart Neves Ramos, presidente-Executivo do movimento Todos Pela Educação. As cinco Metas do movimento, que você lê em detalhe abaixo, abarcam o atendimento escolar, a alfabetização das crianças, a aprendizagem escolar, a conclusão das etapas da Educação Básica, e também volume e gestão dos investimentos públicos em Educação. O primeiro relatório de monitoramento dessas metas foi lançado em dezembro de 2008.

O resultado das metas de 2009 (o relatório se chama De olho nas metas 2009) foi divulgado na quarta-feira, 09/12, e mostra que houve avanços no cenário educacional brasileiro, mas que ainda há muito a fazer. Foram analisados dados dos 26 estados e do Distrito Federal e relatório mostra o acompanhamento das metas 1 e 4. As demais não têm monitoramento neste ano. "Os números retratados pelas metas de atendimento e de conclusão escolar mostram que o Brasil melhorou, mas não na velocidade desejável”, explica Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna e Coordenadora da Comissão Técnica do movimento Todos Pela Educação.

Veja a seguir as metas de 2009.

Para ler, clique nos itens abaixo:
Meta 1 - Todo aluno de 4 a 17 anos na escola
Meta 2 - Toda criança plenamente alfabetizada até os 8 anos
Meta 3 - Todo aluno com aprendizagem adequado à sua série
Meta 4 - Todo jovem de 16 anos com Ensino Fundamental concluído e Todo jovem com 19 anos com Ensino Médio concluído
Meta 5 - Investimento em Educação ampliado e bem gerido

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo