Sete seleções previstas no País somam mais de 3 mil vagas

Diversos concursos já autorizados pelo Ministério do Planejamento terão seus editais divulgados a qualquer momento. Pelo menos sete seleções — as mais esperadas pelos candidatos — vão oferecer 3.134 vagas. As oportunidades poderão ser disputadas por quem tem o Nível Médio ou formação Superior. Dependendo da função e do órgão, o salário inicial pode ser de R$ 13 mil.

Concursos: Oportunidades para candidatos de todos os níveis

Esse valor é o da remuneração do auditor fiscal do Ministério do Trabalho, cuja autorização foi concedida no início de setembro. O edital tem que sair, no máximo, até janeiro do ano que vem. Foram autorizadas 234 vagas que poderão ser disputadas por candidatos com qualquer curso Superior.

Outra seleção muito esperada é a de analista da Receita Federal, que também requer Nível Superior (em qualquer curso) e tem remuneração inicial superior a R$ 7.600. Como a autorização do concurso saiu em abril, a Receita tem até o fim do mês para publicar o edital.

Após receber inscrições para procurador, o Banco Central deverá lançar até novembro o edital para 500 vagas: 150 para analista (Nível Superior, salário inicial de R$ 10.905,76) e 350 para técnico (Nível Médio e salário de R$ 4.887,27 no início da carreira). O órgão também concede aos seus funcionários auxílio-alimentação, vale-transporte, plano de saúde e auxílio-creche.

Muito esperado — principalmente no Rio para onde serão destinadas muitas vagas —, o concurso para o Ministério da Saúde já está sendo preparado. A instituição organizadora, inclusive, já foi escolhida: será o Cespe/UnB. Muitas vagas serão destinadas aos hospitais e institutos do Rio de Janeiro. Outras serão para lotação na sede e nos núcleos estaduais do ministério. As contratações dos aprovados no concurso devem acontecer a partir de dezembro. As oportunidades são em funções dos níveis Médio e Superior.

Dentre as vagas na Carreira de Previdência, Saúde e Trabalho, há cargos de administrador (184 vagas), arquiteto (5), arquivista (50), assistente social (29), bibliotecário (8), contador (85), economista (5), engenheiro (17), estatístico (9), farmacêutico (4), fonoaudiólogo (19), médico (554), nutricionista (5), psicólogo (30), químico (4), técnico em assuntos educacionais (25), técnico em comunicação social (21) e técnico em contabilidade (72). Outras 150 vagas são de analista técnico-administrativo.

Chances para níveis Médio e Superior

O Ministério da Previdência Social também já escolheu sua organizadora (Cespe/UnB). A seleção visa ao preenchimento de 178 vagas em cargos dos níveis Médio e Superior. Os salários podem chegar a R$ 2.500.

A partir de dezembro, o Inca deverá dar início às contratações dos aprovados no concurso. São 194 vagas, sendo 86 para técnico de Nível Médio. Remunerações variam de R$ 2 mil a R$ 4 mil.

A Funasa vai abrir seleção, mas para contratação temporária de 52 profissionais. A maior parte das vagas (44) será para graduados em Engenharia Civil ou Sanitária, e haverá lotação no Rio.

CARREIRA FISCAL EM FOCO NO RIO

Conferência reúne especialistas que vão dar dicas de como se preparar

A carreira fiscal e seus benefícios serão tema de debate na 1ª Conferência Fiscal. Especialistas do setor vão dar dicas de como os candidatos devem se preparar para garantir uma vaga em concurso público, técnicas e planejamento de estudos. O evento, promovido pela Academia do Concurso Público, reunirá a consultora Lia Salgado, autora do livro “Como passar na maratona dos concursos públicos”, e Fábio Gonçalves, diretor da Academia.

“A oportunidade é muito importante, tanto para quem já está estudando para concurso público quanto para quem ainda não decidiu. Na minha palestra, abordarei temas essenciais para a preparação dos candidatos que visam ao concurso da Receita Federal e as novidades do edital. Também conversaremos um pouco sobre o dia a dia da carreira de fiscalização”, contou Lia Salgado, fiscal do Município do Rio.

Fábio Gonçalves lembra que o concurso da Receita é destinado a qualquer área de formação. “É importante ressaltar que o candidato pode ter Nível Superior em qualquer área. Aliás, a maior nota da Receita Federal foi de uma pessoa formada em Letras. Às vezes, o candidato pensa que, como não cursou Direito, Contabilidade, não terá como estudar. Só que, em 1988, o primeiro colocado nacional da Receita Federal era sociólogo; em 2000, um tecnólogo; em 2002, um dentista; em 2004, um formado em Letras; em 2005, uma administradora. Logo, não é necessária uma formação específica”, anima Gonçalves.

A conferência vai acontecer amanhã, às 19h, no Teatro Henrique Brieba (Rua Conde de Bonfim 451, Tijuca, teatro do Tijuca Tênis Clube). A entrada é uma lata de leite em pó. Haverá sorteio de bolsas de estudos. Inscrições e informações pelo (21) 2108-0300.



odia.terra.com.br

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo