ESCOLA PORTUGUESA NÃO ABRIU E PAIS FORAM À EMBAIXADA PEDIR EXPLICAÇÕES

Pais e encarregados de educação de alunos da Escola Portuguesa em Díli foram hoje à Embaixada de Portugal manifestar o seu descontentamento por não saberem quando as aulas começam.

As actividades lectivas deveriam ter início no dia 15, mas na Escola Portuguesa apenas estão diariamente os funcionários que não sabem informar os motivos do atraso, nem a data para começarem as aulas.

A direcção da escola e os professores estão ausentes, o que levou hoje os pais a dirigirem-se à Embaixada, para obterem explicações sobre a situação.

“Estamos aqui para pedir a intercessão do nosso embaixador para ver se nos serve de interlocutor junto do Ministério da Educação de Lisboa”, disse à Lusa Rita Prata, mãe de três alunos daquele estabelecimento de ensino.

Apesar dos cerca de 500 alunos se deslocarem diariamente à escola, esta não abre e não são informados de quando começam as aulas, o que deixa os pais sem saberem o que fazer.

“Os funcionários continuam a comparecer na escola e a secretaria tem aberto, mas eles próprios não dispõem de qualquer tipo de informação. Não têm nenhum elemento da direcção presente, não têm nenhum docente na escola e, não só não conseguem prestar nenhum esclarecimento, como eles próprios não têm quem lhes dê orientação no seu trabalho”, critica Rita Prata.

Segundo aquela encarregada de educação, o embaixador foi contactado pessoalmente na semana passada, mas também não dispunha de informação e o único esclarecimento que prestou aos pais foi que a direcção da escola se manterá a mesma e vai retomar funções.

“Mais do que o atraso no calendário, preocupa-nos não haver qualquer tipo de esclarecimento, não sabermos o motivo deste atraso, e não termos a mínima ideia de quando a situação ficará resolvida”, lamentou Rita Prata.

Segundo disse à Lusa Ângela Dourado, da Embaixada de Portugal, o problema esteve parcialmente relacionado com a desistência de alguns professores, situação que já estará resolvida, estando o assunto a ser acompanhado pela Embaixada, que se mantém em contacto com o Ministério da Educação.

O interesse dos professores em leccionar em Díli poderá aumentar, caso seja revisto o suplemento que lhes é pago, existindo já uma proposta nesse sentido em apreciação no Ministério, referiu a mesma fonte.

O ministério da Educação disse à Lusa que já existe um "despacho sobre o assunto, mas que envolve vários Ministérios, e que o processo deve ficar concluído muito em breve, uma vez que só falta a assinatura do Ministério das Finanças".

A Escola Portuguesa de Díli é um estabelecimento de ensino oficial português, que depende directamente do Ministério da Educação, seguindo o mesmo currículo das escolas similares em Portugal.

NR – Na internet, no sítio da Embaixada de Portugal em TL, a pesquisa que nos possibilite alguma explicação para as razões do atraso da abertura da escola é infrutífera, pela simples razão de aquele sítio se encontrar por actualizar desde Fevereiro deste ano, há sete meses. Tão pouco nos sites do Ministério da Educação ou do MNE encontramos algo que nos esclareça. Segredo da incompetência dos deuses todo-poderosos que parasitam os interesses dos portugueses e das comunidades que têm por vontade estar ligadas e partilhar, na ordem dos imensos milhões, a língua da Lusa Pátria.

Consulte -
http://www.gepe.min-edu.pt/

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo