Gripe suína: Professoras gestantes terão prioridades

Com mais de 80% da rede de 110 mil professores composta por mulheres, as secretarias municipal e estadual de Educação estão em alerta para o risco de contaminação entre gestantes. “ Dependendo da evolução da doença nas grávidas, as atividades delas poderão até ser suspensas”, afirma a secretária estadual de Educação, Tereza Porto.

Grávidas com gripe suína têm média de internação quatro vezes maior que o resto da população, segundo estudo americano. Por isso, serão as primeiras a receber vacina assim que estiver disponível, seguidas do pessoal da área de saúde e crianças com doenças crônicas.

Gripe suína adia volta às aulas

Sete municípios fluminenses — Niterói, São Gonçalo, Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Nilópolis e Petrópolis —, a rede estadual de ensino e as universidades UniRio e Uenf decidiram ontem prolongar por uma semana as férias escolares de 2,78 milhões de estudantes devido à gripe suína. O retorno às salas de aula, que aconteceria segunda-feira, foi adiado para o dia 10.

Já as 30 mil crianças matriculadas nas creches municipais do Rio terão que ficar em casa por mais duas semanas, retornando só dia 17. Até lá, diretores, professores e pessoal de apoio passarão por treinamento sobre prevenção, formas de contágio, identificação de sintomas e atendimento médico. A medida, que segue orientação da Secretaria Estadual de Saúde, visa a reduzir a disseminação da doença, principalmente entre pessoas dos grupos de risco: crianças menores de 2 anos e professoras gestantes que trabalham em creches e escolas da rede pública.

O secretário municipal de Saúde do Rio, Hans Dohmann, repassou às escolas particulares a mesma orientação, mas caberá a cada uma delas decidir o que fazer. “O adiamento é necessário porque o pico de incidência da doença deve ocorrer no início de agosto”, explica. Segundo ele, se houver necessidade, as escolas poderão ficar de portas fechadas por tempo ainda maior. “A ideia é que os professores se sintam mais seguros para lidar com a doença”, completa a secretária municipal de Educação, Cláudia Costin.

>>As secretarias de Educação estão certas em aumentar as férias? Opine

Os professores que se ausentarem por conta da gripe não terão faltas computadas, o que não acarretará na redução do Prêmio Anual de Desempenho. As aulas deverão ser repostas no fim do ano letivo, em dezembro.

A secretária estadual de Educação, Tereza Porto, que adiou o retorno para 1,5 milhão de alunos das 1.437 escolas, repassou às instituições lista de recomendações. Bebedouros serão substituídos por galões de água.Os alunos deverão utilizar copos descartáveis.

Crianças gripadas serão orientadas a permanecer em casa. As salas vão funcionar com janelas abertas e sem ar-condicionado e os estudantes serão orientados a lavar as mãos com frequência. Amanhã, os 31 coordenadores regionais da secretaria e 500 inspetores vão ser capacitados por profissionais da saúde e receberão materiais explicativos.

O secretário estadual de Ciências e Tecnologia, Alexandre Cardoso, comunicou a suspensão das aulas também para os 230 mil estudantes das unidades vinculadas à Faetec. A medida vale tanto para os cursos regulares das escolas técnicas, como também para os profissionalizantes.

>>>Leia mais notícias de saúde e ciência no Blog Telescópio

Na rede privada, algumas unidades mantiveram o calendário escolar. A Escola Alemã Corcovado retomou as aulas segunda feira, porém com série de medidas para evitar o contágio. Com três casos de gripe suína já notificados entre os alunos, a instituição instalou cartazes e reservatórios de álcool em gel em todas as salas e corredores. “Os familiares estão sendo orientados a deixar os filhos gripados em casa e avisar ao colégio”, informa o diretor da unidade, Valdir Rasche. Já o Instituto Abel, em Niterói, decidiu ontem à noite estender as férias até 10 de agosto.

Especialistas se dividem quanto à decisão de adiar as aulas. “Os vírus Influenza têm ciclos, que duram entre 6 e 8 semanas. Adiando o retorno as aulas, acredito que se diminui o risco de se iniciar mais um ciclo”, afirma Isabela Balallai, diretora-médica da Urgências Médico-Escolares. Já Davis Ferreira, chefe do departamento de virologia da UFRJ, discorda: “Não vai fazer muita diferença. Pode ser que se isso só adie o problema”.

Distribuição de Tamiflu será ampliada

O governo federal vai facilitar o acesso da população ao remédio Tamiflu, usado no tratamento de pacientes com gripe suína. O Ministério da Saúde vai recomendar hoje aos estados que ampliem a distribuição do medicamento. Em vez de o antiviral ficar restrito a hospitais de referência, ele poderá ser obtido também na rede ambulatorial, em unidades básicas ou até em centros ligados ao Programa de Saúde da Família (PSF). “A medida foi adotada para dar maior agilidade à assistência”, afirma o diretor de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, Eduardo Hage.

A decisão foi tomada quatro dias após O DIA noticiar, com exclusividade, que os polos de acolhimento a pacientes com sintomas gripais do Rio não tinham o remédio, e que a Secretaria Estadual de Saúde havia pedido estoque extra para que o produto fosse oferecido nos pontos de atendimento. Especialistas afirmam que a facilidade beneficia pacientes e hospitais, já que o remédio deve ser ministrado em até 48 horas após os primeiros sintomas.

A indicação do uso do medicamento, porém, não será ampliada: está restrita a pacientes com sintomas graves ou que apresentem fatores de risco (doenças previamente existentes, menores de 2 anos, maiores de 60 e grávidas). O antiviral será distribuído diante da apresentação de um prontuário específico.

Ontem foi enterrado o corpo de Luiz Batista, 48 anos. Luiz, que era vigilante de um posto do PSF de Niterói, foi encontrado morto em casa. Segundo a Secretaria de Saúde de Niterói, ele é a sexta vítima que pode ter morrido com a doença na cidade. Foi sepultado em Itaipu.

MAIS SOBRE O H1N1

SANDRA ANNENBERG COM A DOENÇA
A apresentadora Sandra Annenberg teve gripe suína. Ela recebeu a confirmação da doença terça-feira, mas ontem afirmou que já recebeu alta e não está mais em quarentena. “Tive febre alta, fraqueza e dor no corpo. Faço parte do grupo de risco porque tenho bronquite. Por isso, fiz o exame e recebi o Tamiflu. Todos aqui em casa tiveram sintomas de gripe, mas não houve perigo.”

MAIS LEITOS
O Ministério Público Federal recomendou aos hospitais federais do Rio que disponibilizem leitos de UTI para a central estadual de regulação ocupar com pacientes com gripe.

INFORMAÇÃO SEGURA
O site da gripe (http://gripea.rio.rj.gov.br) teve mais de 6.500 acessos ontem.

Fonte:odia.terra.com.br

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo