Poesias dispersas - SONETO CIRCULAR [16]

16 abr. 1895

A bela dama ruiva e descansada,

De olhos longos, macios e perdidos,

C'um dos dedos calçados e compridos

Marca a recente página fechada.

Cuidei que, assim pensando, assim colada

Da fina tela aos flóridos tecidos,

Totalmente calados os sentidos,

Nada diria, totalmente nada.

Mas, eis da tela se despega e anda,

E diz-me: — “Horácio, Heitor Cibrão, Miranda,

C. Pinto, X. Silveira, F. Araújo,

Mandam-me aqui para viver contigo.”

Ó bela dama, a ordens tais não fujo.

Que bons amigos são! Fica comigo.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo