Poesias dispersas - SONETO [38]

[No Álbum da Rainha D. Amélia]

Senhora, se algum dia aqui vierdes,

A estas terras novas e alongadas,

Encontrareis as vozes que perderdes

De outras gentes por vós há muito amadas.

E as saudades que então cá padecerdes,

Das terras vossas, velhas e deixadas,

Nestas cidades, nestes campos verdes,

Serão do mesmo nome acalentadas.

Mas nem só isto. Um só falar não basta.

A história o deu, um só falar dileto,

Da mesma compostura, antiga e casta.

Achareis mais outro falar discreto,

Sem palavras, que a vossa glória arrasta,

A mesma admiração e o mesmo afeto.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo