Poesias dispersas - NO CASAMENTO DA PRINCESA ISABEL [92]

Cubram embora as últimas montanhas

Nuvens de tempestade;

E vergue um dia os ânimos do povo

Dura calamidade;

Cobre de há muito o teu domínio estreito;

Tu mesmo abriste as portas do Oriente;

Rompe a luz; foge ao dia! O Deus dos justos

Os soluços ouviu dos teus escravos,

E os olhos te cegou para perder-te!

O povo um dia cobrirá de flores,

A imagem do Brasil. A liberdade

Unirá como um elo estes dois povos.

A mão, que a audácia castigou de ingratos,

Apertará somente a mão de amigos.

E a túnica farpada do tirano,

Que inda os quebrados ânimos assusta,

Será, aos olhos da nação remida,

A severa lição de extintos tempos!

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo