Poesias dispersas - ENTRA CANTANDO, ENTRA CANTANDO, APOLO! [34]

1891

Entra cantando, entra cantando, Apolo!

Entra sem cerimônia, a casa é tua;

Solta versos ao sol, solta-os à lua,

Toca a lira divina, alteia o colo.

Não te embarace esta cabeça nua;

Se não possui as primitivas heras,

Vibra-lhe ainda a intensa vida sua,

E há outonos que valem primaveras.

Aqui verás alegre a casa e a gente,

Os adorados filhos, — terno e brando

Consolo ao coração que os ama e sente.

E ouvirás inda o eco reboando

Do canto dele, que terás presente.

Entra cantando, Apolo, entra cantando.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo