Poesias dispersas - AO DR. XAVIER DA SILVEIRA [100]

Amigo, ao ler os versos saborosos

Que me mandou por vinte e um de junho,

Vi ainda uma vez o testemunho,

Dos seus bons sentimentos amistosos.

Há para os corações afetuosos

(Isto, que escrevo por meu próprio punho,

Não é força de rima, leva o cunho

Dos conceitos reais e valiosos),

Há para os corações, como eu dizia,

— Um perigo, a distância: — tal perigo

— Que as mais ardentes afeições esfria.

Inda bem que esse mal, por mais antigo

Que seja, não atinge, neste dia

Um verdadeiro coração de amigo.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo