Crônicas do Dr. Semana - MANIFESTO DO DR. SEMANA AOS ASSINANTES DO SEU JORNAL

6 DE DEZEMBRO DE 1863.

Prezadíssimos amigos e correligionários!

É sempre com o maior prazer que pego na pena para dirigir-vos as manifestações do meu reconhecimento e da minha gratidão. Necessito de vós, preciso da continuação de vossos bons ofícios.

Não vos admireis, pois, que, no 156° número do meu jornal, escreva algumas linhas mais açucaradas e melífluas, em cujas pontas imperceptíveis anzóis estão presos para pescarem as vossas assinaturas.

Quando a Polônia sacode a poeira do absolutismo, que ameaçava sepulta-lá, como outrora a lava sepultou Pompéia e Herculano, e mostra os dentes podres e chumbados ao autocrata, que, por não ser cirurgião-dentista, não compreende o gracejo e esmaga-a com a unha do dedo grande do pé esquerdo; quando Roma, ajoelhada às plantas biliáceas do Santo Padre, maldiz Antonelli, jejua, bate nos peitos e espingardeia os soldados franceses, que tomam banho nos rios, porque lhes faltam banheiros como os do Bom Jesus e do Hotel Ravot; quando a Inglaterra vê, de braços cruzados, uma Vitória cair de outra vitória, enquanto Sir Christie, em asmáticos acessos de melancolia diplomática, enche as escarradeiras do seu bed-chamber para despejá-las no pacífico do Brasil, que o deixou partir com a mesma derme nasal, que trouxera da velha Albion; quando a Espanha estremece de júbilo ao ver passar a ex-Tebana ao lado direito de Isabel, enquanto milhares de Castelhanos expõem a vida e na Praia das Frechas; quando a França empomada e estica o bigode, e parodia para todos os lados do globo a frase de Cambronne: La France mord, mais ne se rend pas; quando a Itália canta oViva Garibaldi e aplaude o milagre de S. Genaro; quando Portugal delira por causa do nascimento de D. Carlos e não se importa de perder centenas de contos no insignificante empréstimo contraído; quando o México pisca o canto do olho ao arquiduque Maximiliano e manda Estrada e outros pândegos dar um passeio a Viena, para se convalescerem do susto, que lhes causara Juarez; quando os Confederados passam a perna pelo Potomac, enquanto Lincoln masca um pedaço de tabaco; não é muito que a Semana Ilustradasinta uma grande comoção ao chegar à última estação do 3.° ano! As lágrimas devem ser copiosas, porque o assunto é sublime e digno de uma epopéia em prosa.

É sempre grato, para o coração bem formado, dizer aos amigos, que são amigos, um adeus de despedida, já que, por uma infelicidade inexplicável ou por um caiporismo sem significação, a Semana Ilustrada não pode mais continuar ... no 3.° ano, e vê-se forçada a começar o 13.° trimestre ou 4.° ano!

O que fazer, Prezadíssimos amigos e correligionários? Seguir o destino, e deixar que o meu jornal corra a brilhante carreira, que lhe está traçada por entre flores, pérolas e perfumes.

Assim, portanto, participo-vos que a Semana Ilustrada vai entrar no seu 4.° ano de existência, e, por tão justo motivo, ao deixar o 12.° trimestre, mando celebrar um solene Te-Deum na igreja de S. Francisco de Paula.

Prometo, desde o n.° 157 até o n.° 208, escrever a favor do comércio, da indústria da agricultura, da política, das artes, das ciências, das letras, das tretas, das ruas, das praças, dos becos, dos largos, dos fiscais, dos teatros, das câmaras municipais, dos permanentes, da armada, do exército, das finanças, dos veículos, do asseio público, da polícia, do clero, do povo, dos advogados, dos médicos, das parteiras, dos senadores, dos deputados, dos alfaiates, das camiseiras, das irmandades, dos jornalistas, dos colégios (em geral), dos capitalistas, dos banqueiros, dos proprietários, da guarda nacional, dos carniceiros, dos solicitadores, dos engenheiros, dos construtores, dos estaleiros, dos náuticos, dos homeopatas, das casas de saúde, dos dentistas, dos pedicuros, dos veterinários, dos boticários, dos taquígrafos, dos pintores, dos estatuários, dos professores de línguas, das bordadeiras, dos esgrimidores, dos ginásticos, dos músicos, dos afinadores, dos organistas, dos arquitetos, dos guarda-livros, dos agentes, dos contadores, dos negociantes, dos consignatários, dos mercadores, dos livreiros, dos aferidores, dos ourives, dos cerieiros, dos chapeleiros, dos charuteiros, dos bengaleiros, dos coristas, dos droguistas, dos curtidores, dos fruteiros, dos cerniceiros, dos armadores, dos lojistas, dos ferragistas, dos gravadores, dos marmoristas, dos fogueteiros, dos louceiros, das modistas, dos cabeleireiros, dos barbeiros, dos tabaqueiros, dos arrieiros, dos sementeiros, dos cutileiros, dos tintureiros, dos lapidários, dos cambistas, dos rebatedores, dos leiloeiros, dos despachantes, das floristas, dos trapicheiros, dos cocheiros, dos carros, dos tílburis, dos carroceiros, dos bauleiros, dos banheiros, dos belquiores, dos galvanistas, dos botiquineiros, dos calafates, dos pedreiros, dos caldeireiros, dos carpinteiros, dos colchoeiros, dos confeiteiros, dos corrieiros, dos amoladores, dos fotógrafos, dos douradores, dos empalhadores, dos azeiteiros, dos empresários, dos encadernadores, dos engarrafadores de vinhos, dos esculpidores, dos espelheiros, dos esmaltadores, dos espingardeiros, dos asfaltadores, dos queroseneiros, dos seleiros, das lavadeiras e engomadeiras, dos funileiros, dos maquinistas, das coleteiras, dos marceneiros, dos rolheiros, dos sebeiros, dos vinagreiros, dos foleiros, dos joalheiros, dos ferreiros, dos sineiros, dos picheleiros, dos gaioleiros, dos pasteleiros, dos hoteleiros, dos lampistas, dos litógrafos, dos bombeiros, dos canteiros, dos oleiros, dos padeiros, dos cenógrafos, dos relojoeiros, dos salsicheiros, dos serralheiros, dos urubus, dos tamanqueiros, dos tanoeiros, dos torneiros, dos vidraceiros, dos violeiros, dos pedestres, e mais entidades, que se oferecerem à minha pena.

O meu programa cifra-se na seguinte frase de um grande estadista: — Justiça a todos e favor ao meu moleque.

Dixit.

Dr. Semana.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo