Crônicas do Dr. Semana - CORREIO DA SEMANA - CARTA SEGUNDA

3 DE ABRIL DE 1864.

Ilmo. e Exmo. Sr. Conselheiro Presidente do Conservatório Dramático. — Sou o primeiro a reconhecer que não me cabem direitos para ir importuná-lo e distraí-lo dos seus importantes labores; mas V. Excia. que, há anos, é meu amigo e me tem disso dado exuberantes provas, permitir-me-á o desembaraço, na certeza de que somente as nossas íntimas relações me autorizam a dirigir-lhe esta carta, a qual, espero, será lida com toda a atenção por V. Excia., que, na opinião de todos os que têm a ventura de trocar falas com V. Excia., é um cavalheiro muito distinto e extraordinariamente delicado. Releve, pois, a ousadia, e decida, em sua sabedoria, se é possível atender ao pedido, que lhe vou fazer.

Em primeiro lugar, tenho a dizer-lhe que sei que V. Excia. não pertence à escola do realismo. É isto um grande argumento a meu favor. Vamos ao pedido:

Este nosso Rio de Janeiro, Exmo., é o poço onde vêm cair todas as caçambas vazias do estrangeiro. Para felicidade dos nossos civilizadores, saem sempre com as tais caçambas cheias de dinheiro, e... deixam-nos com caras indefiníveis...

Na rua da Vala existe um teatrinho, barracão ou coisa que o valha, a que se chama Alcazar Lírico. Creio que V. Excia. não o freqüenta. É pena.

Nesse estabelecimento, fuma-se, bebe-se, espirra-se, assobia-se, grita-se, berra-se, canta-se, dança-se, representa-se, e... mais nada, creio eu. Já vê V. Excia. que é um divertimento de mão cheia.

A V. Excia. não cabe indagar quem lá vai, nem os inconvenientes que podem provir à moralização do nosso povo, da existência de semelhante colégio de bons costumes; mas, como presidente do Conservatório Dramático, pertence-lhe inspecionar se tudo quanto por lá se diz está permitido e licenciado pela censura.

Se nossos venerandos pais, Exmo., fossem vivos, horrorizar-se-iam ao saber do grande adiantamento, que vai tendo a nossa boa e sofredora sociedade fluminense com a representação das mais inocentes, puras e espirituosas produções dos teatrinhos parisienses. Infelizmente somos nós os vivos, e, graças aos bons desejos de civilização e de progresso, vamos assistindo, com ouvidos de mercadores, a todas essas gentilezas, importadas do velho mundo que tantas lições de moral e de educação nos tem dado, mercê de Deus!

O espírito, que por lá se repete, é tão grande, o sainete da frase é tão doce, e o gesto tão adequado, que, segundo creio, há mão alheia aperfeiçoando as plantas traçadas pelo Conservatório. Veja bem V. Excia. que isto não passa de simples suposição minha. Deus me defenda de dizer que é uma verdade.

0

Peço, portanto, a V. Excia., como supremo fiscal dos nossos teatros, que se digne, de quando em vez, de freqüentar esse santuário da moral. V. Excia. não faz esse obséquio unicamente a mim, falo-o principalmente a todas as famílias honestas e decentes do Rio de Janeiro, que não podem ver um divertimento na corte, donde mal entendidos prejuízos e censuráveis preconceitos as afastam, proibindo-lhes a entrada.

Sou o primeiro a estimar que existam muitos estabelecimentos destes; mas não me acomodo com a idéia de que não vão a eles todas as classes da sociedade. Será o culpado disso o Conservatório Dramático?

Creio intimamente que não, porque é composto de pessoas bastante ilustradas, que só licenciam composições dignas de serem recitadas nos mais finos e aristocráticos salões. Acho que é esquisitice dos nossos pais de família.

Desculpe V. Excia. o meu pedido, filho somente do desejo que tenho de proteger o meu simpático Mr. Arnaud e o seu inimitável e especial estabelecimento.

Continuarei a importuná-lo com outras missivas, contentando-me, por ora, com o que acima fica dito.

Julgo desnecessário dizer-lhe que da polícia espero tudo, e por isso vou escrever mais algumas linhas ao meu respeitável amigo o Exmo. Sr. Dr. chefe de polícia.

Aqui me tem V. Excia. sempre às ordens, com a melhor vontade, porque sou, pedida a necessária vênia, com o maior respeito e consideração,

De V. Excia. afetuoso amigo e obrigadíssimo criado

Dr. Semana.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo