Aves

1- Conceituação

As aves são vertebrados tetrápodes, isto é, com quatro membros, dos quais os anteriores (asas) são adaptados para o vôo; ovíparos(o embrião se desenvolve dentro de um ovo,fora do organismo materno); Homeotermos quer dizer que a temperatura da ave adulta quase não varia.

A ave tem três anexos embrionários presentes que são o saco vitelino, responsável pela nutrição do embrião, âmnio responsável pela proteção, alantóide responsável pela respiração, que é só pulmonar, e excreção, e possui o corpo recoberto de penas, que é exclusividade de aves.


2- Origem

O fóssil de ave mais antigo foi descoberto no período Jurássico superior. As aves vieram provavelmente de répteis como os jacarés, crocodilos e dos dinossauros pterodáctilos (répteis voadores), já extintos.


3- Características gerais

Os filhotes de algumas espécies são capazes de deixar o ninho logo após a eclosão do ovo (nidífugos), enquanto os de outras espécies permanecem no ninho por certo tempo(nidículas). São exemplos de nidífugos, os patos, gansos, cisnes e os ralídeos, que nascem com os olhos abertos e já coberto de penugem. Alguns exemplos de nidículas são o tico-tico, o sabiá, o pássaro-preto, etc, que nascem com os olhos fechados, nus, e são alimentados pelos pais no ninho.

3.1 - Com exceção das aves parasitas e dos pingüins, as aves depositam seus ovos em ninhos e os chocam. Alguns pequenos espaços do solo, penas sobre árvores, cavidades ou abrigos, servem como ninhos.

3.2 - Com exceção das aves parasitas e da família dos megapodídios, a incubação dos ovos fica a cargo do macho, da fêmea, ou de ambos. O período de incubação varia de dez dias a oitenta dias. Dez dias é para pequenas espécies de pássaros.

3.3 - Cerca de oitenta espécies são parasitas, pois seus ovos são incubados e os filhotes criados por membros de outras espécies.

3.4 - A plumagem do macho e da fêmea podem apresentar o mesmo colorido, ou dicromatismo sexual, caso em que o macho tem plumagem mais colorida que a fêmea.


4- Nomenclatura

No bico a parte superior da maxila chama-se Culmen. Tomia é a margem cortante da maxila e da mandíbula, e Genis é uma saliência da parte inferior da mandíbula, bem visível nas gaivotas. A cabeça chama-se de Fronte e Loro é a porção da maxila e o olho.

4.1 - As penas que cobrem o orifício do ouvido são as corbeteiras auriculares. O dorso inferior chama-se uropígio, tem a porção superior da garganta chamada de mento, e a garganta ou o pescoço, jugulum.

4.2 - No uropígio fica localizada a glândula uropigiana que tem como função secretar um líquido oleoso que espalhado pelas penas do corpo, através do bico, serve para manter as penas em boas condições, impedir que fiquem molhadas e facilitar a natação.



5- Penas

As penas, que só as aves possuem, são constituídas por uma substância córnea, a queratina. Além de serem essenciais para o vôo, as penas protegem o corpo da ave, sendo importantes para a regulação da temperatura e, durante a incubação, contribuem para a manutenção de uma temperatura ótima para o desenvolvimento do embrião. As penas facilitam o reconhecimento dos demais indivíduos da mesma espécie, servem para a camuflagem e comunicação entre eles, se mexendo rapidamente para indicar atitude agressiva ou perigosa.

É comum no acasalamento das aves um ritual onde é freqüente a exibição de penas.

5.1 - Existem vários tipos de penas:

5.2 a- Penas de contorno abrangem as coberteiras superiores e inferiores das asas e das caudas e as demais regiões comuns do corpo. Nos passeriformes o número de penas de contorno varia entre 1500 e 3000.

5.3 b- As plúmulas ficam escondidas entre as penas de contorno da ave adulta, podendo aparecer isoladas no pescoço.

5.4 c- As filoplumas também ficam escondidas nas penas de contorno, só que são bem mais visíveis.

5.5 d- As vibrissas tem função táctil, e são encontradas ao lado da abertura bucal de algumas aves que colhem alimento durante o vôo. Na plumagem dos papagaios nota-se um pó muito fino, que é proveniente da desintegração das penas que não se individualizam.

5.6- Chama-se muda a perda e a renovação das penas das aves, e isso acontece por causa da luz e da temperatura.

5.7- Todas as aves mudam as penas pelo menos uma vez por ano. A muda anual é pós-nupcial, quando as penas já estão desgastadas. Durante esse período, (que varia de 42 a 49 dias) a ave não pode voar. Primeiro mudam as penas primárias, depois as secundárias.

5.8- Chama-se pterila a região onde tem penas, e apterila a região da epiderme que não contém penas. Certas aves como os pingüins, a ema, o avestruz, e o tucano, quase não apresentam apteria, isto é, tem penas praticamente no corpo todo.


6- Esqueleto

O esqueleto das aves voadoras especializou-se no sentido da diminuição do peso dos ossos e da maior resistência em certas regiões do corpo formando uma espécie de gaiola resistente sem muitas articulações. Vários ossos são ocos e contêm sacos de ar (ossos pneumáticos). Os ossos das asas e das pernas recebem extensões de sacos aéreos, o que os torna mais leves.

Nos andorinhões, que são aves pequenas e com excelente capacidade de vôo, a pneumaticidade dos ossos é mínima. O mesmo ocorre nas aves que mergulham para se alimentar, como os pingüins, nesse caso , o ar prejudicaria a eficiência do mergulho.

6.1- Os pica-paus, que tem crânio bem reforçado para suportar as reação resultantes das pancadas seguidas do bico nos troncos de árvores, tem pequena pneumaticidade nos ossos do crânio. As aves grandes como a ema e o avestruz, que perderam a capacidade de vôo, e outras, como as águias que são exímias voadoras, têm a maior parte do esqueleto pneumatizado.

Portanto há mais relação da pneumaticidade com o tamanho da ave, do que com a potência do vôo.

6.2- Os ossos do crânio da ave adulta são completamente fundidos, totalmente separados sem que os ossos se juntem.

Chama-se cera a porção em que se abrem as narinas, existente na maxila de algumas aves, como os papagaios, periquitos e gaviões.

6.3- Nas aves marinhas como o mergulhão, não há abertura externa das narinas, e o oxigênio necessário para a respiração penetra pela cavidade bucal.

O quivi, ave noturna da Nova Zelândia, caracteriza-se por um olfato muito apurado, e as narinas se localizam na ponta do bico comprido.

6.4- As narinas podem ser de vários tipos: holorrinas quando a abertura é arredondada, esquizorrinas é quando o contorno posterior forma uma fenda profunda, como nas gaivotas;pseudosquizorrinas é quando o contorno posterior é arredondado.

6.5- Como a principal função do bico é de colher alimentos, sua forma e tamanho, adaptados ao tipo de alimento, são muito variáveis. Nas aves que se alimentam de nectar, os beija-flores, o bico é fino e comprido. Nas aves que apanham insetos em vôo, o bico é curto e triangular; e nas que se alimentam de peixes, como os patos, o bico é um pouco serrilhado.

6.6- As órbitas das aves são proporcionalmente muito grandes como também os olhos.

6.7- As mandíbulas articulam-se com o osso esquamosal do crânio, através do osso quadrado. Em quase todas as espécies de aves o embrião possui uma estrutura córnea na extremidade da maxila, com o qual rompe a casca do ovo ao nascer. A coluna vertebral é constituída das regiões cervical, dorsal, sinsacral, caudais livres e pigostilo.

6.8- O sinsacro é formado pela fusão de 10 a 23 vértebras torácicas, lombares, sacrais e urosacrais. O esterno com carena, que fica na região peitoral, ou quilha bem desenvolvida é encontrado nas aves voadoras, enquanto o esterno sem carena é encontrado nas aves que não voam, que são chamadas de ratitas.

As aves corredoras tem o esterno achatado, sem carena.

6.9- Os membros anteriores são constituídos pelo úmero, rádio, cúbito e pela mão, esta formada por três ossos metacarpianos, sendo que cada metacarpo tem um dedo.

6.10- A cintura pélvica é formada, de cada lado, pelo íleo, ísqueo e púbis, soldados ao sinsacro e parcialmente fundidos entre si.

6.11- Os membros inferiores são formados pelo fêmur, o tíbio-tarso, a fíbula, o tarso-metatarso e os dedos. A maioria das aves tem um máximo de quatro dedos no pé. O avestruz tem apenas dois dedos, e a ema tem três dedos. Quanto a disposição dos dedos no pé, distinguem-se vários tipos, de acordo com os dedos que ficam para frente ou para trás quando a ave está pousada.


7- Músculos

Além dos músculos lisos involuntários, das paredes dos órgãos ocos, dos vasos sanguíneos, da pele e do músculo cardíaco, muito desenvolvido em aves em que o coração pulsa rapidamente, como os beija-flores, há a considerar os músculos estriados ou esqueléticos, cujas as contrações estão sujeitas a ordens dos nervos cranianos ou raquinianos. Alguns desses músculos são de muita importância no vôo.


8- Circulação

O coração é um órgão muscular , situado na parte média da cavidade tóraco-abdominal, em posição ventral aos pulmões, envolvido por um sacro fibroso chamado pericárdio. Nas aves ele é constituído por duas aurículas e dois ventrículos. Na aurícula direita desembocam as duas veias cavas anteriores, trazendo sangue venoso das partes anteriores do corpo, e a veia cava posterior, trazendo sangue venoso das partes posteriores do corpo.

Do ventrículo direito o sangue venoso é levado aos pulmões pelo tronco, que dá um ramo para cada pulmão. Característica do coração das aves é a válvula atrioventricular direita.


(Copiado, na íntegra, do site http://www.coladaweb.com/ )

3 Comentários:

brenda disse...

Queria saber qual a semelhança no nosso trabalho e no trabalho das aves

natan disse...

gostei muito me ajudou fiquei um tempo sem ir a escola e quando voltei tinha dois dias pra entregar um trabalho nao sei o que faria se nao achasse isso vlw ae

roberta messii disse...

aaaameei caaara eeeh mtooo boom tireeei 10 noo booleetim
haaaha'
ooobrigaadoo pooovinho

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Troca de Links - Parceiros RSS Search Site no Esquillo Directorio Twingly BlogRank Teaching Blog Directory GoLedy.com Divulgue seu blog! Blogalaxia BRDTracker Directory of Education/Research Blogs Top Academics blogs Education and Training Blogs - BlogCatalog Blog Directory blog directory Blog Search: The Source for Blogs Submit Your Site To The Web's Top 50 Search Engines for Free! Sonic Run: Internet Search Engine Estou no Blog.com.pt
http://rpc.twingly.com/

  ©Trabalhos Feitos / Trabalhos Prontos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo